Get Adobe Flash player

DETALHE DE NOTÍCIA

Aug29
2013

CERTIFICAÇÃO GLOBALG.A.P. - O PASSAPORTE PARA A EXPORTAÇÃO

A certificação GlobalG.A.P. é a certificação mais procurada na produção agrícola, porque permite aceder aos mercados mundiais mais exigentes, uma vez integra um conjunto de condições que responde às necessidades globais dos retalhistas que colocam no mercado, diariamente produtos agrícolas à disposição dos consumidores.

 

O que é?

O GLOBALG.A.P. é uma organização privada que estabelece normas voluntárias para a certificação de produtos agrícolas em todo o mundo.

Trata-se de um conjunto de normas técnicas e funciona como um manual de BOAS PRÁTICAS AGRÍCOLAS que implica o cumprimento de medidas a nível de segurança e higiene alimentar, gestão da exploração, saúde, segurança e bem-estar dos trabalhadores, gestão de resíduos e poluentes, ambiente e conservação, gestão de reclamações, rastreabilidade e segregação.
 

Quais as vantagens?

A expansão dos mercados á escala global tem levado ao aumento das exigências por parte dos clientes de produtos hortofrutícolas. O GlobalGAP é o referencial de certificação voluntário mais procurado por quem pretende comercializar (para o mercado interno ou externo) os seus produtos, uma vez que é reconhecido à escala mundial.


A certificação GlobalG.A.P. permite:

- Garantir a qualidade e segurança dos seus produtos

- Escoar para os mercados internos e de exportação mais exigentes

- Facilitar o acesso a novos mercados

- Obter acordos claros com a distribuição/retalhistas

- Ser mais forte concorrencialmente

- Melhorar o modelo de gestão da exploração agrícola

- Possível redução dos custos de produção a longo prazo

 

A que tipo de explorações se aplica?

Qualquer exploração agrícola pode adotar as normas do GlobalGAP. O referencial adapta-se a todos os tipos de exploração, desde as mais simples às mais complexas, desde o minifúndio ao latifúndio.

Em Portugal o referencial encontra-se bastante disseminado nas explorações hortofrutícolas, no entanto, é também possível certificar a produção de animais, aquacultura, plantas ornamentais, etc.

 

O que é necessário para obter a certificação GLOBALG.A.P?

- Selecionar uma entidade certificadora independente, como a NATURALFA, acreditada e reconhecida pelo GlobalG.A.P.

- Efetuar o registo do produtor (a entidade certificadora faz este registo - NATURALFA) na base de dados internacional do GlobalG.A.P.

- Efetuar a implementação dos requisitos do GlobalG.A.P antes de obter a certificação. A implementação implica colocar em prática, executar, todos os requisitos exigidos pelo GlobalG.A.P (desde infraestruturas nas explorações, formação dos trabalhadores, procedimentos, avaliações de risco, registos das principais atividades, etc.) Esta implementação requere algum tempo (dependendo do estado da exploração) por isso aconselha-se a começar o mais cedo possível, de forma a acautelar todas as situações que necessitem de mais tempo para serem resolvidas.

- Efetuar a auditoria inicial (por parte da entidade certificadora - NATURALFA) durante a época de colheita. Sempre que o produtor cumpre os requisitos necessários para a certificação é emitido o certificado válido por um ano. O estado de certificação do produtor aparece na base de dados do GlobalG.A.P., para consulta pública.

 

 

Fonte: VOZ DO CAMPO N.º164 | AGO 2013 | 40

Por: Liliana Prestelo, Naturalfa

1 / 43