fbpx

A NATURALFA
e a ISO 22000

A ISO 22000 pode ser utilizada por qualquer organização na cadeia alimentar.

Qualquer que seja a dimensão ou produto, todos os produtores e fabricantes de alimentos têm a responsabilidade de garantir a segurança dos seus produtos e o bem-estar dos consumidores. É por isso que existe a ISO 22000 – Food Safety Management Systems – Requirements for any Organization in the Food Chain.

A norma ISO 22000 – Sistemas de Gestão da Segurança Alimentar baseia-se nos princípios do HACCP do Codex Alimentarius, focando-se na segurança alimentar em todas as etapas da cadeia alimentar.

A norma define os requisitos de um sistema de gestão de segurança alimentar, e incorpora os elementos de Boas Práticas de Fabrico, a Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controlo.
Esta norma propõe igualmente que a metodologia utilizada seja adotada também para tratar de questões éticas e de consciencialização dos consumidores.

ISO 22000
ISO 22000

Quais são os benefícios da Certificação ISO 22000?

Certificar um Sistemas de Gestão da Segurança Alimentar através do referencial ISO 22000 confere os seguintes benefícios à empresa certificada:

  • Minimizar os riscos alimentares e a melhorar o desempenho no que diz respeito à segurança alimentar.
  • Melhoria na saúde e segurança: A minimização dos riscos alimentares conduz a melhores resultados de saúde e segurança para os clientes, outros utilizadores, empregados e outras pessoas que possam entrar em contacto com os alimentos.
  • Satisfação do cliente: Ajuda-o a entregar de forma fiável produtos que satisfaçam as expectativas dos clientes.
  • Cumprimento da legislação: O cumprimento dos requisitos regulamentares é necessário para obter a certificação ISO 22000. O Sistema de Gestão de Segurança Alimentar ajudar as empresas a cumprir estes requisitos e a compreender como estes têm impacto na organização e nos seus clientes.
  • Cumprir outras normas e diretrizes: A ISO 22000 liga-se a várias outras normas e orientações internacionais e pode ajudar as organizações a cumprir também os requisitos destes sistemas.
  • Maior transparência: A ISO 22000 ajuda as organizações a melhorar o sistema de rastreabilidade dos seus produtos e a alcançar uma maior transparência no que respeita às operações.
  • Melhor gestão dos riscos - Ter um Sistema de Gestão de Segurança Alimentar implementado pode ajudar as organizações a gerir com maior rapidez e eficiência a questões que possam comprometer a segurança alimentar, ajudando-as evitar uma potencial contaminação.
  • Redução do tempo de resposta - Se a contaminação ocorrer, um Sistema de Gestão de Segurança Alimentar ajuda as organizações a reduzir o tempo necessário para investigar quaisquer problemas de segurança alimentar.
  • Reconhecimento global - A ISO 22000 é uma norma reconhecida internacionalmente. A certificação permite melhor a reputação da organização perante clientes, fornecedores, investidores, grupos reguladores e outras partes interessadas.
  • Maiores oportunidades de negócio - A certificação para uma norma internacional como a ISO 22000 abre portas a novos mercados e novos negócios.

Que atividades podem ser certificadas pela NATURALFA?

  • Produção Vegetal (categoria B1)
  • Produção de Alimentos (categoria C2)

Por onde começar?

O primeiro passo para a certificação começa por conhecer e interpretar a Norma ISO 22000:2018.

De seguida, deverá implementar os requisitos da norma para a atividade e para os processos que serão definidos no âmbito da certificação. A implementação poderá ser efetuada pela própria empresa candidata à certificação ou com a ajuda de consultores experientes.

Após a conclusão da implementação, deverá solicitar à NATURALFA uma proposta para a certificação. PEDIR PROPOSTA

A NATURALFA o preenchimento de um formulário que permite caracterizar a empresa e o âmbito da certificação. Desta forma, serão reunidas as condições para a presentação de uma proposta.

A NATURALFA irá orientar e esclarecer todo o processo de certificação, face ao diagnóstico inicial e ao agendamento a auditoria de concessão.

Como se processa a Auditoria ISO 22000?

Para iniciar a certificação, a organização terá uma auditoria de concessão dividida em duas fases.

A auditoria da fase 1 tem como objetivo analisar a informação documentada do Sistema de Gestão de Segurança Alimentar, analisar o estado do operador e das suas instalações, a sua compreensão face aos requisitos da norma e o cumprimento dos respetivos pré-requisitos, obter informação do âmbito de certificação, avaliar se o cliente se encontra preparado para a fase 2 e planear as condições de execução para a fase seguinte.

A auditoria da fase 2 tem como objetivo avaliar a implementação do Sistema de Gestão de Segurança Alimentar, incluindo a sua eficácia, bem como, avaliar a implementação das correções das constatações levantadas na fase 1, se aplicável.

Logo após o sucesso nas duas fases da auditoria concessão, a organização é certificada e seu certificado tem validade de 3 anos, com auditorias de acompanhamento anuais.

Certificar os produtos em ISO 22000
com a NATURALFA permite:

Minimizar os riscos alimentares e a melhorar o desempenho

01

Satisfação do cliente

01

Cumprir outras normas e diretrizes

01

Melhor gestão dos riscos

01

Reconhecimento global

01

Melhoria na saúde e segurança

01

Cumprimento da legislação

01

Maior transparência

01

Redução do tempo de resposta

01

Maiores oportunidades de negócio

01